29.10.06

Ausências

Onde andam os membros deste blog?

12.10.06

10.10.06

10 de Outubro

Já há alguns anos atrás alguém deitava ao Mundo um sopro de vento, uma incompreensão permanente, uma pergunta. Esse olhar interrogativo aparecia sobre a Terra-Mãe de África, lá bem para o Sul, para o calor, sob um céu intrigante, onde cada estrela é um medo, mas também um sonho, uma esperança. Da generosidade desse pôr-do-sol que antecede cada manhã da vida, dessa barriga de mãe mágica, sobrou um suspiro madrugador, que um homem de barbas agarrou nos braços e elevou ao dia.

Primeiros Jogos da Lusofonia


Em Macau, de 7 a 15 deste mês. Como diz o slogan dos Jogos: 4 Continentes, 1 Língua unidos pelo desporto! Consulte a página oficial onde pode consultar todas as informações como também ler e ouvir o Hino dos Jogos de onde "roubo" esta estrofe:
Não há terra nem há mar
Que consigam separar
Quem fala o idioma
Do coração
Não há tempo nem distância
Que apaguem a fragrância
De uma amizade
Que perdura
Boa noite!
(Macau terra de encantamentos! Gostava de lá voltar... )

9.10.06

Gestão Pública

Começou. Vamos lá a ver o que se aprende.
Hoje já fiquei a saber que "o Homem é meio anjo e meio besta".

8.10.06

Frases para pensar

"Enquanto o meu patrão fizer de conta que eu ganho muito,eu faço de conta que trabalho muito."
(via caixa de comentários)

7.10.06

Bolo Lunar - China

"Hoje, dia 6 de Outubro, um pouco por toda a China, as pessoas vão comer o chamado bolo lunar. Há varias lendas que explicam a origem deste bolo feito de farinha de lótus (parte exterior do bolo, bastante doce), contendo uma gema de ovo no interior (salgada) que faz lembrar a lua cheia. Os chineses celebram este dia em família."
Liliana Gonçalves (Pequim)
~
Um forte abraço, e muito obrigado por esse "cheirinho" a Oriente que partilha com os amigos do Pantalassa.

2.10.06

Regresso

Depois de muito chili, o regresso à doce e branda tranquilidade lusa. Mas apenas ilusória, pois o mundo move-se, adivinhava há muito tempo Galileu. Mal ele sabia a que velocidade.
Trago memórias e "regalos", pouca coisa, mas dividirei o que tenho.